TedX Oporto 2017 - We were there!

Back

Verdade ou Consequência ?

Foi este o tema da edição deste ano do TedX Oporto 2017. E começo-vos precisamente pelo final, dizendo-vos que este foi o último "Tedx Oporto". De agora em diante teremos uma nova saga que deixou cair o "O" e segue com "TedX Porto". Talvez este anúncio tenha sido o momento mais apoteótico de todo o evento :) com imensos aplausos, assobios, gritos e tudo aquilo que o pessoal do norte dá de extra em emotividade.

A expectativa era grande, talvez pelo tema ser intrigante ou por haver uma Casa da Música completamente lotada. O painel de oradores prometia, e a cidade do Porto brindou-nos com um dia bem solarengo que tornou o cenário da Casa da Música bem mais deslumbrante.

Coube ao Norberto Amaral dar inicio às talks, e como excelente anfitrião que é (foi), não o podia ter feito de melhor maneira senão colocando toda a gente aos abraços...inclinando para a direita para encostarmos os corações.

O ambiente já estava menos gelado e as talks foram-se desenrolando e activando as reflexões em cada um de nós. Terminada  a primeira ronda durante a manhã, tinha chegado à conclusão que as temáticas se tinham desenrolado do geral para o particular, terminando em torno do "EU" e das várias dimensões da nossa identidade e do meio onde estamos inseridos. Se começamos as talks a falar do Universo e das Galáxias e dos Planetas...fomos para almoço a reflectir sobre o nosso papel na sociedade e no mundo actual.

O almoço foi brindado a vinho do Douro e vinho do Porto, enquanto se aproveitava a melhor esplanada improvisada da cidade (a escadaria da Casa da Música). Ninguém arredou pé, e já nem os habituais skaters tinham espaço para eles, tal era o bom tempo com que a cidade nos continuava a brindar - um verdadeiro regalo para os oradores estrangeiros.

Da parte da tarde a sequência de talks acabou por ser mais "técnica" indo em maior profundidade sobre os temas abordados. Porém, houve uma nova descolagem do "EU" em torno do novo papel que podemos desempenhar e dos possíveis impactos que geramos nas sociedades actuais. A mensagem era bem clara: Precisamos ser mais pró-activos, inclusivos e mais Human-to-Human ?

Houve igualmente momentos musicais e de dança contemporânea de destaque, mas as intervenções resumo do Nilton no final de cada ronda de talks acabaram por cativar grande parte das gargalhadas e aplausos.

O dia, que aparentemente seria longo, acabou por passar bastante rápido e de forma muita intensa. Quando todos nos preparavamos para abandonar a Casa da Música, depois das despedidas e agradecimentos...fomos freneticamente surpreendidos por uma performance do Dj Batida que não deixou ninguém sem bater o pé ou com o braço no ar. Um grande momento musical com um dj set contagiante a tornar-se a cereja no topo do bolo.

Adoramos a experiência, e estamos já ansiosos pela próxima edição no ano que vêm.

Destaco ainda a excelente organização e detalhe com que todo o evento foi pensado e organizado. Parabéns a todos os que directa ou indirectamente estiveram envolvidos na sua organização. 

Até Breve, 

Helder Teixeira

Back